TEATRO E IDENTIDADE NEGRA: AS NUANCES DA REPRESENTAÇÃO IDENTITÁRIA EM DESFUGA, DE UBIRAJARA FIDALGO

Autores

  • Elizeu Arruda de Sousa Centro de Estudos Superiores de Caxias- CESC
  • Ykaro Levy Marques Rosário Centro de Estudos Superiores de Caxias/CESC

DOI:

https://doi.org/10.18817/rlj.v5i01.2580

Resumo

 O artigo, aqui em tela,  firma-se no objetivo de examinar as diferentes formas como a representação da identidade negra é encarada pela personagem protagonista do monólogo teatral Desfuga, do dramaturgo caxiense/ maranhense  Ubirajara Fidalgo.  A peça escrita e encenada, inicialmente, na década de 1980, traz um percurso conflituoso de rejeição e aceitação da identidade afrodescendente pelo  protagonista do texto dramático.  Tal trajetória acaba por se identificar com tantas outras trilhadas por negros do Brasil  dos anos 80- século XX- e até mesmo os  da atualidade. Ubirajara Fidalgo utiliza o teatro, em tom de denúncia,  como um instrumento de resistência ao racismo estrutural que ainda hoje é muito verificado. Informando sobre o procedimentos metodológicos que alicerçaram o presente estudo, realizou-se uma pesquisa bibliográfica voltada para teóricos que focalizam, em suas pesquisas, conceitos acerca da representação e  identidade negra, tais como:  Augel (2010), Bispo (2011), Hall (1997,2003, 2005), Santos (2015), Sousa (2018). Uma outra vertente de abordagem diz respeito às informações sobre a biografia e produção teatral de Ubirajara Fidalgo, fundamentadas por autores como: Fidalgo (2017), Freitas (2013), Rezende (2017), Santos (2014).  Também é procedida a leitura e análise da peça teatral Desfuga, destacando-se  e examinando-se os trechos em que são verificáveis as alternantes formas como o protagonista se relaciona com a identidade negra.

PALAVRAS-CHAVE: Identidade negra.  Resistência. Teatro.  

 

 

 

Biografia do Autor

Elizeu Arruda de Sousa, Centro de Estudos Superiores de Caxias- CESC

Nascido em Teresina-PI.  Graduado em Letras- CESC/UEMA. Especialista em Língua Portuguesa. Mestre em Literatura-UFPI.  Doutor em História/ UNISINOS-RS. Professor da Educação Básica em Caxias-MA. Coordenador do projeto de extensão (UEMA) “As artes cênicas apresentam... a Literatura Caxiense. Professor Adjunto I do CESC/UEMA.

Ykaro Levy Marques Rosário, Centro de Estudos Superiores de Caxias/CESC

Nascido em 23 de julho de 2002 na cidade de Caxias, Maranhão. Graduando do curso de Letras Português, Inglês e literaturas.

Downloads

Publicado

2021-07-30

Como Citar

DE SOUSA, E. A.; LEVY MARQUES ROSÁRIO, Y. . TEATRO E IDENTIDADE NEGRA: AS NUANCES DA REPRESENTAÇÃO IDENTITÁRIA EM DESFUGA, DE UBIRAJARA FIDALGO. REVISTA DE LETRAS - JUÇARA, [S. l.], v. 5, n. 01, p. 398-416, 2021. DOI: 10.18817/rlj.v5i01.2580. Disponível em: https://www.ppg.revistas.uema.br/index.php/jucara/article/view/2580. Acesso em: 26 set. 2021.